quinta-feira, 18 de outubro de 2012

É pra pensar...





Ontem essa foto foi divulgada pelo Facebook, e inúmeras pessoas viram e muitas nem acreditaram, acharam que era um modelo “posando” de mendigo, quando na verdade esse é um modelo que se tornou mendigo, após a dependência do crack.

Sabe depois que fui mãe cada vez que vejo alguém nessa situação me pego pensando nessa pessoa quando era um bebê, assim como meu filho, quantas expectativa e sonhos foram depositados nessa pessoa, quem ela era, o que ela fez e o que a levou a isso. Nem todos os moradores de rua estão lá por que são pobres, ou nasceram muito pobres, muitos tiveram boa vida, dinheiro, educação e  uma reviravolta do destino os levou até lá, eu já vi na televisão um mendigo bilíngue, de uma família realmente rica.

Infelizmente posso dizer que vi essa história acontecer, meu pai teve um tio que foi muito bem criado, no meio da burguesia, era o xodó do pai e acabou a vida como um mendigo, morreu assim a poucos anos atrás, ele poderia ter sido um grande tenista, pois era talentoso, se não tivesse se envolvidos com riquinhos viciado em cocaína que frequentavam o clube de tênis em que o pai dele dava aulas, ele lógico não era tão rico e não poderia manter esse vício pra sempre, indo para drogas mais baratas e bebidas. Um rapaz alto, bonito, classe média alta, quase morreu como um indigente, e não foi por falta de interesse da família e das internações, foi por não querer ajuda, foi por já ter ido muito longe quando notaram a gravidade do se passava.

Ontem as pessoas se surpreenderam de como uma pessoa tão bela pudesse ser um mendigo, fato, impressiona, mas esse é o mal da sociedade, acham que as desgraças só acontecem com os pobres, feios e sem informação, que se o seu filho é rico, bonito e  com estudo isso não vai acontecer com ele, na verdade isso pode acontecer sim com ele, e esse é meu medo de todos os dias.

 Muitas vezes não sabemos dar limites aos nossos filhos,  não queremos dizer não, queremos enxergar as suas atitudes, encobrindo a gravidade das coisas com desculpas do tipo “ah ele levantou a mão pra mim por que estava muito nervoso!” ‘”Fez isso por que bebeu, se não tivesse bebido não faria”, um filho não deve levantar a mão pros pais jamais ( salvo aqueles que são judiados e espancados por eles, aí isso se chama lei da vida, infelizmente), ou então o filho chega em casa caindo de bêbado e os pais pensam, é coisa da idade, adolescente é assim. Não, não é assim, fechar os olhos para o comportamento do seu filho, para quem ele anda e o que ele anda fazendo só por que acha que a desgraça só acontece ao lado, com pessoas menos afortunadas que você é o que muitas vezes leva os pais a só verem o errado tarde demais.

Eu não tenho a fórmula secreta para isso, mas ter consciência que as pessoas ricas, bonitas e educadas também podem cair na vida, pois a droga é mais acessível a eles do que aos miseráveis que não tem como pagar, a droga e a desgraça são muito mais ecléticas e sem preconceito do que nós, estão lá para todos assim como a morte, e devemos nos preocupar sim, com os exemplos e com quem nossos filhos r andam, se mentem e por que mentem. Não é a solução pra tudo, mas conhecer seu filho com certeza o ajudará a notar as coisas mais cedo.

É claro que não estou dizendo que este rapaz ou qualquer outra pessoa está assim por causa dos pais, estou dizendo apenas, como no caso do tio do meu pai e de muitos, que a sociedade assim como foi mostrado no facebook, desacredita que as desgraças aconteçam com todos, parece que você já nasce marcado e com cara de mendigo e drogado, que não é qualquer um depois de algum caso sério, ou por dependência química chegue a esse ponto. Precisamos abrir os olhos para essa situação e estar PRESENTES na vida de nossos filhos para ajudar e notar as coisas que acontecem com eles. Pois hoje está tudo lindo e é necessário muito trabalho para que amanhã também esteja, a vida não tolera descuido e o tempo não volta, e sim a desgraça e a pobreza pode chegar a qualquer um e esse lindo rapaz está aí pra provar, que um belo rosto não supera uma mente corrompida, um belo rosto não faz quem você é o que irá se tornar.

****IMPORTANTE: ESSE RAPAZ FOI FOTOGRAFADO EM CURITIBA E A FAMÍLIA ESTÁ ATRÁS DELE.

10 comentários:

  1. Não sei nem o que comentar..... a verdade é que ensino a Lara tudo o que é simples. Só isso. Vamos ver no que dá. BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Andrea, eu trabalhei por muitos anos em um dos locais mais perigosos da minha cidade, onde a maior população era de drogados e caminhoneiros bebados ( eu trabalhava numa transportadora), com o tempo fui conhecendo a história de um e outro e comecei a vê-los de outra maneira e depois que fui mãe, é quase automático imaginá-los assim bebê com a vida toda pela frente e como chegaram nesse ponto, tenho medo de ser muito rígida com meu filho e tenho medo de ser mole demais e nós nunca sabemos realmente onde está o ponto de equilíbrio, nos resta crer em Deus e fazer o nosso melhor. bjussssssssssssssssssssssssss

      Excluir
  2. Uauuuu, que história hein???

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. É triste mesmo...meu marido passou por isso quando ainda éramos namorados...superamos juntos. Não dá pra explicar o porque.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Gente... que judiação. Lamento muito por todas as famílias e pessoas que se perdem/perderam por este caminho.
    É bem isso que você falou, eu vi muuito isso: tem oportunidade de tratamento e a família está ali, apoiando mas.. a pessoa não quer. Para o tratamento ter sucesso, é ESSENCIAL que a pessoa QUEIRA.
    Sabe, muuita gente que tem grana acha que pagando bons colégios, roupas caras e não deixando faltar nada material, está cumprindo seu papel. Pura ilusão. É necessário sim ter os olhos abertos e MUITO bem abertos. Pais participativos e atenciosos faz muita diferença na vida de qualquer um. Tendo dinheiro ou não.

    Parabéns pela sua postagem..

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Ai não entendo tb! acho que tem a ver com carácter, as vezes uma mesma criação faz pessoas diferentes! Mas a gente tenta acertar!

    Bjs

    Gleysa

    ResponderExcluir
  6. Eu vi amiga esta historia rolando no face...fiquei impressionada em ver um rapaz jovem até se afundando assim...E realmente a sociedade acha que mendigo tem que ser preto,de cabelo pixain e sem dente na boca...As drogas chegam até os bairros de classe alta...E cabe a nos mães tentar desviar nossos filhos desse mal que consome o mundo...
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Jack, em primeiro lugar, parabéns pelo post. Como vc colocou no título... é pra pensar... o importante é tentarmos fazer o melhor, estando presente, educando, ensinando e colocar nas mãos de Deus. Beijo, Ju

    ResponderExcluir
  8. Jackie! Eu penso que dizer não aos filhos é importante, apesar de não ser fácil. Beijos e mais que lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  9. Oi!!!!!
    Vim convidar a vc para o sorteio que está ocorrendo no meu blog. É só acessar o link e boa sorte.
    http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/2012/10/esta-rolando-sorteio.html
    Tenha uma semana abençoada.
    Bju

    ResponderExcluir

Seu Comentário é Sempre Bem-vindo. Comenta vai.